segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

vestido e cultura

"comprando o que parece ser
procurando o que parece ser o
melhor pra você proteja-se do que você
proteja-se do que você vai querer
para as poses, lentes, espelhos, retrovisores
vendo tudo reluzente como pingente da vaidade
enchendo a vista, ardendo os olhos
o poder ainda viciando cofres
revirando bolsos
rendendo paraísos nada artificiais
agitando a feira das vontades
e lançando bombas de efeito imoral
gás de pimenta para temperar a ordem
gás de pimenta para temperar
corro e lanço um vírus no ar s
ua propaganda não vai me enganar c
omo pode a propaganda ser a alma do negócio
se esse negócio que engana não tem alma
vendam, comprem você é a alma do negócio
necessidades adquiridas na sessão da tarde
a revolução não vai passar na tv, é
verdade sou a favor da melô do camelô,
ambulante mas 100% antianúncio alienante
corro e lanço um vírus no ar
sua propaganda não vai me enganar
eu vi a lua sobre a Babilônia
brilhando mais do que as luzes da Time Square
como foi visto no mundo de 2020
a carne só será vista num livro empoeirado na estante
como nesse instante,
eu tô tentando lhe dizer
que é melhor viver do que sobreviver
o tempo todo atento pro otário não ser você
você é a alma do negócio, a alma do negócio é você
corro e lanço um vírus no ar
sua propaganda não vai me enganar
(propaganda - nação zumbi)

http://www.youtube.com/watch?v=7Knp6cnvT2g&feature=related

2 comentários:

vischimidt disse...

Agora faço parte deste mundo!!!

Obaaaa!

fezoca,obrigada por tudo!

bjoca

pricanogueira disse...

hahahahaha
pode cre fefe, e viva mc créu!

bjks lindaaa!

saudades...