segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

minha idéia era de fazer alguma coisa ao jeito de tapera...

"eu queria construir uma ruína, embora eu saiba que uma ruína é uma desconstrução. minha idéia era de fazer alguma coisa ao jeito de tapera. alguma coisa que servisse para abrigar o abandono, como as taperas abrigam. porque o abandono pode não ser apenas de um homem debaixo de uma ponte, mas pode ser também o de um gato no beco ou de uma criança presa num cubículo. o abandono pode ser também de uma expressão que tenha entrado para o arcaico ou mesmo de uma palavra. uma palavra que esteja sem ninguém dentro. digamos a palavra amor. a palavra amor está quase vazia. não tem gente dentro dela. queria construir uma ruína para salvar a palavra amor. talvez ela renascesse das ruínas como o lírio pode nascer de um monturo."

(manuel de barros)

2 comentários:

polbaskiajr disse...

oia...
que beleza!!!
a linda fê construiu um flog para seus pensamentos... nice!!!
hehehehe

ps: estou bem, tá!!! DE VERDADE...

bjão

pricanogueira disse...

lindonaaaaaaaaa!

que delícia vc aquiiiiiii!

precisamos confabular mais né?

adorei te reencontrar viu?

BjuBjuuuu